terça-feira, 20 de dezembro de 2011




Educação Reflexiva

Educação Reflexiva precisa ser pensada em duas dimensões: A do professor e do aluno que são reflexivos. O aluno para se tornar um Ser reflexivo, que questiona sobre o seu espaço e sobre a educação que esta recebendo, vai precisar de um professor reflexivo, sendo assim vejamos primeiro sobre este professor.   
Ao refletirmos sobre o professor reflexivo, temos que primeiro analisar sobre a noção de um professor que tem esta qualidade: “A noção de professor reflexivo baseia-se na consciência da capacidade de pensamento e reflexão que caracteriza o ser humano como criativo e não como mero reprodutor de ideias e práticas que lhe são exteriores” (Alarcão, 2007, p.41).  Saber pensar é focar sua consciência em uma reflexão totalitária, onde um mundo é o nosso objeto de reflexão.
Um professor reflexivo, é profissional e ator principal da educação reflexiva precisa intervir com suas reflexões sobre o ambiente que vive e sobre seus alunos, promovendo a cada dia da jornada educativa, uma formação que procura ver o mundo com outra ótica, que não pode ser  do consumismo, mas  do empreendedorismo, que é  de construir, mas uma construção coerente que reflete sobre suas causas e seus fins. O professor reflexivo tem que atuar sobre seus alunos, com a proposta de desenvolver as habilidades e competências que este já tem porem que muitas das vezes ainda este sujeito  não se percebeu destas suas capacidades. É preciso explorar a sua capacidade reflexiva, Alarcâo diz: “Se a capacidade reflexiva é inata no ser humano, ela necessita de contextos que favoreçam o seu desenvolvimento, contextos de liberdade e responsabilidade” ( Alarcão, 2007, p.45).   Se o aluno possui esta capacidade dentro de si, o professor precisa saber explorá-las, vindo estimular este aluno, para que  cada instante esta condição se manifeste e traga novas conclusões para sua vida. É preciso dar liberdade para este aluno pensar, sobre o mundo, a sociedade, suas aspirações e a educação que esta recebendo. O professor precisa lhe apresentar também suas responsabilidades, cobrando este aluno para que esteja sempre participando com suas reflexões e conclusões sobre o que foi refletido. Sendo um aluno que visualiza o aprendizado de forma dinâmica e interativa, onde o que é recebido de conhecimento, para produzir crescimento intelectual tem que ser ampliado através do seu dialogo com colegas e professor sobre o assunto, refletindo e argüindo sobre o tema até que este venha se expandir. 

 As metodologias de ensino têm que diferenciar, produzindo uma pedagogia diferenciada, mas o que é diferenciar na educação: “Diferenciar é, pois, lutar para que as desigualdades diante da escola atenuem-se e, simultaneamente, para que o ensino se eleve” (Perrenoud, 1997, p.9). A educação que conduz a reflexão é diferenciada, porque vai promover um ensino que desperta as competências e habilidades do aluno, fazendo com que este se descubra, expandindo o saber adquirido a partir de suas capacidades inatas sendo manifestadas. O professor da atualidade tem que criar estruturar e dinamizar situações de aprendizagem e estimular a aprendizagem e a auto confiança nas capacidades individuais para aprender ( Alarcão, 2003, p.30).  Assim a educação estará construindo um aluno reflexivo, pois seu professor é um estimulador e influenciador que proporciona um ensino que produz uma visão ampla sobre o conteúdo, causando no aluno uma instrução que lhe situa com uma nova cosmovisão de uma sociedade globalizada, que requer de seus participantes  novas propostas a cada instante, que só podem ser manifestadas e concedidas por uma educação reflexiva. Que tenha  na arte de educar, uma tarefa que reflete, questionando sobre o espaço e o tempo, do qual faz parte, pois só assim acompanha o mundo em seu constante progresso. Danilo Lemos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário